Alzheimer é melhor que viagra

Colaboração do meu amigo Ventura Picasso.
Aos 85 anos de idade, Morris se casou com Ana, de 25. Devido ao marido tão idoso, ela decide que deverão dormir em quartos separados.

Terminada a festa do casamento, cada um vai para seu quarto. Ana se prepara para deitar, quando ouve batidas fortes na porta. As batidas insistem.

Ao abrir a porta, ela se depara com Morris, com seus 85 anos, pronto para a ação. Tudo corre bem e após uma relação quente e vigorosa, Morris despede-se e vai para seu quarto.

Passados alguns minutos, Ana ouve novas batidas na porta do quarto... É Morris, novamente pronto para a ação. Ela se surpreende, mas deixa-o entrar. Terminada a relação, Morris beija-a carinhosamente e despede-se, indo para seu quarto.

Ana se prepara para dormir novamente, quando escuta fortes batidas na porta. Espantada, abre e se depara com Morris, mais do que pronto para a ação, com aspecto vigoroso e renovado.

Ela diz:

- Estou impressionada que, em sua idade, possa repetir a relação com esta freqüência. Já estive com homens com um terço de sua idade e eles se contentavam apenas com uma vez. Você, Morris, é um grande amante!

Desconcertado, ele pergunta:

- Eu já estive aqui antes?

Moral da história: o Alzheimer tem suas vantagens!

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista com especialização em Comunicação Social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).