Jesus Cristo por 40 minutos

Meu amigão Cláudio Henrique tem uma tarefa muito séria, há seis anos: interpretar Jesus Cristo no Domingo de Páscoa. Neste ano, segundo ele, a emoção foi ainda maior.

Ao lado, imagens do teatro realizado para mais de 250 pessoas, além dos bastidores. Abaixo, o depoimento do Claudinho:


Na vida há coisas que não saem de nossa memória. E uma das minhas mais belas recordações serão todas as encenações que fiz de Jesus. Estou neste papel há seis anos, sempre atuando no teatro da Paixão de Cristo da Paróquia Sant'Ana, em Araçatuba.

Todos os anos foram lindos, e a emoção sempre fora renovada. Contudo, em 2009 a encenação foi simplesmente memorável, pois algo mais havia de harmonioso neste ano: a vontade de fazer melhor para Cristo!

Com um elenco de verdadeiros irmãos, montamos uma estrutura singela, mas a qual foi capaz de emocionar as mais de 250 pessoas ali presentes. A cada queda, "humilhação", sofrimento dramatizado, enfim, a interpretação foi humilde, pois não somos profissionais, porém cuidamos de todos os detalhes, que fizeram uma expressiva evangelização.

Um dos momentos mais lindos foi responsável pela quebra de um costume. Sempre resisto a chorar em cena, a fim de deixar a emoção para o público. Entretanto, desta vez não consegui segurar os olhos, que ficaram marejados com facilidade, especialmente na cruz, onde o grito de "Pai" foi literalmente alto e para o alto, fazendo os corações se arrepiarem.

A Ressurreição, encenada no domingo de Páscoa, quebrou todas as expectativas. Dentro de uma caçamba, apareci para os fiéis por meio de um guincho, que me deixou elevado aos céus.

Só sentindo na pele para perceber o quanto é lindo viver estes momentos. E que saudade destas apresentações, as quais serão melhores em 2010, pois Deus nos motiva a isso.

Por fim, fica registrado o meu sentimento em viver Jesus por 40 minutos, que foram suficientes para aumentar a minha fé e o meu amor pelo Senhor.

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista há 30 anos, com especialização em comunicação social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).
Saiba mais sobre o autor.