Deus é pai


A foto acima faz parte de um dos meus maiores tesouros. Fui recebido assim por meu filho, Michael, e minha amada amante, Luci Neide, depois de meses de viagens, há alguns anos. Finalmente, retornava para meus amores.

Olho para esta foto todos os dias. Ela fica na minha mesa, na empresa onde trabalho. Sempre que não estou bem, por qualquer problema do dia, olho para ela de novo, porque sei que vou chegar em casa e encontrá-los. Que sou amado...

Neste Dia dos Pais, queria muito dar um abração no meu. Mas o seu Manoel já nos deixou. Sonhei com ele esta semana. A gente discutia e, de repente, me toquei no sonho que ele estava morto, e falei isso pra ele. Meu pai, então, fez uma cara de timidez, disse que não estava morto não... Aí acordei...

Para homenagear meus amigos, parentes e leitores deste blog, fiz a montagem abaixo. São fotos que tenho de pais com seus filhos. Estou com o Michael e minha sobrinha-filha, Rosângela. Peço desculpas pelos que faltaram, mas são as fotos que tenho...


Reproduzo, abaixo, um texto que está no CD do padre Fábio de Melo. É um poema lindo chamado "Deus é pai". Dedico a você, pai ou filho. Feliz Dia dos Pais!


Quando o sol ainda não havia cessado seu brilho,
Quando a tarde engolia aos poucos
As cores do dia e despejava sobre a terra
Os primeiros retalhos de sombra
Eu vi que Deus veio assentar-se
Perto do fogão de lenha da minha casa

Chegou sem alarde, retirou o chapéu da cabeça
E buscou um copo de água no pote de barro
Que ficava num lugar de sombra constante.

Ele tinha feições de homem feliz, realizado
Parecia imerso na alegria que é própria
De quem cumpriu a sina do dia e que agora
Recolhe a alegria cotidiana que lhe cabe.

Eu o olhava e pensava:
Como é bom ter Deus dentro de casa!
Como é bom viver essa hora da vida
Em que tenho direito de ter um Deus só pra mim.

Cair nos seus braços, bagunçar-lhe os cabelos,
Puxar a caneta do seu bolso
E pedir que ele desenhasse um relógio
Bem bonito no meu braço.

Mas aquele homem não era Deus,
Aquele homem era meu pai
E foi assim que eu descobri
Que meu pai com o seu jeito finito de ser Deus
Revela-me Deus com seu
Jeito infinito de ser homem.


Se preferir, ouça o próprio padre Fábio narrando o poema:

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista com especialização em Comunicação Social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).