Velhinho de programa

Enviado por
Paulo Crepaldi


Como tenho algumas horas livres, com insônia pela madrugada, e precisando ganhar uns extras, resolvi ser, também, um 'velhinho de programa'.

"Idoso charmoso, com lindos olhos meio verdes (cobertos com cataratas), loiro (só dos lados), atlético (sou torcedor), corpo malhado (pelo vitiligo) e sarado (das doenças que já tive), um metro e noventa (sendo mais ou menos um de altura e noventa de largura).

Atendo em motéis, residências (puxadinhos), elevadores panorâmicos, asilos, etc. Só não atendo em 'drive-in' por causa das dores na coluna.

Alegro festa de bodas de ouro, convenções e excursões da terceira idade. Meço pressão, aplico injeções e troco fraldas geriátricas, tudo com o maior charme. Atendo no atacado e no varejo. Traga suas amigas.

Maiores de 65, por força de lei, não pagam, mas só terão direito a horário recomendável para a saúde. Serão concedidos descontos para grupos: quanto mais nova, maior o desconto.
Por questões de vaidade, não serão permitidas filmagens, pois, no momento, estou precisando operar uma hérnia inguinal (virilha), meio anti-estética.

Na cama, dou sempre três... três opções sexuais para a parceira: mole, dobrado ou enroladinho...

Como fetiche, posso usar meias, touca de lã, pantufas e cachecóis coloridos.

Outra graaaaande vantagem: já tenho 'Parkinson' o que ajuda muito nas preliminares... E garanto total discrição, pois o "Alzheimer" me faz esquecer tudo que fiz na noite anterior."

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista com especialização em Comunicação Social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).