Mantenha seu computador seguro e saudável

Um computador é igual a um automóvel. Se você não cuida, sempre vai ter problema. O ideal é dar uma geral na máquina no mínimo a cada semana. Caso contrário, vai ficando lenta demais.

Com as tecnologias exigindo cada vez mais do equipamento, invista sempre que puder em um novo. Mas se não puder, cuide com carinho do seu "velhinho".

E, em vez de xingar e reclamar que o bichinho é uma porcaria, verifique se não é sua culpa, não atualizando o sistema, entupindo o HD de arquivos e deixando o antivírus desatualizado.

Este post tem o objetivo de ajudar quem não conhece muito de informática. A seguir, algumas orientações que você pode usar antes de ter que recorrer a um técnico.

DESABILITE O AERO
Se estiver usando o Windows 7 como sistema operacional, veja se o problema de lentidão não está relacionado às configurações. Geralmente, o próprio sistema faz testes e reconhece se o computador aguenta os efeitos de transparência do Aero logo na instalação. Se não aguentar, automaticamente vai deixar sem.

Se o sistema deixou o Aero ativo e você prefere experimentar como fica a máquina sem ele,  clique na bolinha do Windows do lado esquerdo da barra de ferramentas, a mesma onde fica o relógio. Acesse "Painel de Controle" e depois "Informações e Ferramentas de Desempenho". No menu do lado esquerdo, escolha "Ajustar efeitos visuais". Depois, na janela que abrir, escolha "Ajustar para obter um melhor desempenho". Assim, todos os efeitos serão eliminados para que o computador fique mais rápido.

 Escolha 'Ajustar para obter um melhor desempenho' 


DESFRAGMENTAÇÃO
Outra dica que ajuda é desfragmentar sempre seu disco rígido - o HD, onde ficam guardados os arquivos. Imagine uma sala cheia de caixas. Um conjunto delas representa um arquivo. O seu navegador é representado por três caixas, por exemplo. Quando você apaga algum arquivo, essas caixas são eliminadas, mas fica o buraco aberto onde elas estavam. Quando vai gravar outro arquivo, se ele for maior, ocupa os buracos vazios que encontrar e vai atrás de outros.

Quando o usuário abre este arquivo recém-gravado, o sistema fica buscando os pedaços dele no HD e demora um pouco mais para abrir porque está juntando tudo. Para evitar isso, a desfragmentação busca todas as caixas relacionadas a cada arquivo e junta uma do lado da outra.

Use a desfragmentação pelo menos uma vez a cada duas semanas. E não mexa no computador enquanto o processo estiver ativo. Para acessar o desfragmentador, clique na bolinha do Windows que fica no canto esquerdo da barra de tarefas e depois digite "desfragmentador" (sem aspas) na caixa de pesquisa.

Quando aparecer o "Desfragmentador de disco", clique nele. Procure o drive "C", clique nele e depois no botão "Desfragmentar disco". Antes do procedimento, limpe a lixeira. Se tiver que desinstalar algum programa, faça isso antes também.

A desfragmentação demora um pouco, principalmente se sua máquina for mais lenta. E também depende da quantidade de arquivos fragmentados.

 A desfragmentação ajuda seu computador a abrir programas mais rapidamente 


CORRIGINDO ERROS
O Windows também tem uma ferramenta que busca arquivos com problemas e tenta corrigi-los. Com ele, é possível fazer o sistema varrer o seu HD procurando setores defeituosos. Use estes recursos pelo menos uma vez por mês.

Para acessá-lo, abre o Windows Explorer - clique com o botão direito na bolinha do Windows no canto esquerdo da barra de ferramentas e escolha o programa.

Quando ele abrir, clique com o botão direito no seu drive C e depois com o esquerdo em "Propriedades". Vá na aba "Ferramentas". Em "Verificação de erros", clique no botão "Verificar agora". Na janela "Opções de Verificação de disco", marque apenas a primeira opção (Corrigir erros do sistema de arquivos automaticamente) para uma verificação mais rápida. Escolha a segunda opção também (Procurar setores defeituosos e tentar recuperá-los) para uma verificação muito mais demorada.

O sistema vai agendar uma verificação e atuar quando reiniciar o computador. Não será possível fazer nada, a não ser esperar. Se escolheu as duas opções, é demorado até para quem tem um computador com bastante memória.

 Marque as duas opções apenas se quiser que o HD seja verificado em busca de erros 


ATUALIZAÇÃO
Atualizar o seu sistema operacional é muito importante para deixá-lo cada vez mais estável e sem brechas para que um bandido virtual consiga invadi-lo. Por isso, use sempre o "Windows Update".

Caso não esteja recebendo mensagens de atualização, clique na bolinha do Windows no canto esquerdo da barra de ferramentas, depois em "Todos os programas" e finalmente em "Windows Update".

Vai abrir uma janela com as atualizações disponíveis - caso haja alguma. Se não aparecer, clique em "Procurar atualizações" no menu esquerdo. Quando surgirem as atualizações, marque-as e autorize que sejam instaladas. Às vezes, ao fim da atualização, o sistema pedirá que reinicie o computador para finalizá-las.

 Windows Update em ação: manter o computador atualizado é muito importante 


ANTIVÍRUS
Existem bons antivírus gratuitos no mercado. Eu prefiro o próprio programa da Microsoft, o "Microsoft Security Essentials". O único "problema" é que funciona apenas em computadores com o Windows original.

Como segunda opção, gosto muito do Avast. Aliás, ele tem uma excelente vantagem de escanear o sistema antes de o Windows carregar.

Nos dois casos, veja sempre se estão atualizados. O melhor é deixar que atualizem automaticamente. Caso contrário, é como ter um baita cachorrão na porta de casa para protegê-lo e não dar comida para ele.

Finalmente, tenha em sua máquina um caçador de programas maliciosos e perigosos. Eu recomendo o Superantispyware. Veja aqui como baixar e mexer nele, além de suas vantagens.

 Microsoft Security Essentials, o antivírus da própria Microsoft, que mantém o Windows 7 


SEJA ESPERTO!
O mais importante de tudo é ser esperto na internet. Não abra qualquer e-mail suspeito, mesmo que venha de amigos. Até no Facebook existem vírus atualmente.

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista há 30 anos, com especialização em comunicação social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).
Saiba mais sobre o autor.