Ao amigo Lécio Júnior

O Lecião é o cara de gravata que está ao centro
Omeu filme predileto chama-se "Minha Vida" (My Life, 1993), estrelado por Michael Keaton e Nicole Kidman. É a história de um executivo bem-sucedido que tem câncer e recebe a notícia de seu médico que tem apenas quatro meses de vida, no máximo.

É um drama muito emocionante. Primeiro, porque fala de relacionamento de pai e filho. Assisti ao filme junto com meu pai, já falecido, e sempre me lembro dele. Segundo, porque as cenas são tocantes, simples e lindas.

No filme, quando o médico diz que ele só tem quatro meses de vida no máximo e precisa se preparar, Bob Jones volta ao consultório e diz ao doutor que não pode tirar sua esperança, pois é a única coisa que tem.

Nesta semana, meu amigo e ex-colega de trabalho Lécio Júnior, um repórter-fotográfico muito conhecido em Araçatuba (SP), onde tem "milhares" de primos, avisou pelo Facebook que enfrenta a mesma situação. Segundo ele, seus exames dizem que não assistirá à Copa de 2014.

"Gostaria se pedir aos meus amigos (mais amigos) que não me façam perguntas ou comentários, e que nem pensem que estou dramatizando ou sendo pessimista, sei da minha situação como nenhuma outra pessoa. Estou dizendo isso porque os meus exames dizem que eu não vou ver a Copa, e não quero mais falar sobre isso. Nada de sustos ou lamentos! Por favor, de agora em diante vamos falar só de outros assuntos; respeitem ok? Aos meus amigos e colegas de profissão parece que não vou poder voltar aos trampos, desejo sinceramente muito sucesso e felicidades na carreira, ela é de gente apaixonada mesmo! Por alguns meses vou continuar enchendo o saco de vocês com meus posts, peço paciência..."

É claro que seus amigos não deixaram de se manifestar. E eu também não poderia ficar sem escrever sobre um cara a quem chamo carinhosamente de "Lésbico" - ele me chama de Zé Marcelo porque acha que é mais bonito que Zemarcos - e que aprendi a respeitar como profissional e amigo durante todos estes anos.

Sempre gostei muito de duas coisas do Lésbico. Primeiro, a risada dele. É um jeitão debochado de um cara que adora zoação. Segundo, ele tem primos em todos os lugares do Planeta e alguns em Marte, se não me falha a memória... rs

Quando li a mensagem dele no Face, lembrei-me imediatamente do filme. Não que ele seja como o personagem, mas situação em si. Uma das minhas cenas prediletas é quando o Bob Jones vai ao parque de diversões com sua esposa para enfrentar a montanha-russa, seu pior medo. Quando deixa o brinquedo, ele abraça seu amor e diz que, pelos cálculos, que deveria estar morto naquele dia e que já vivia de empréstimo.

Lésbico, não há o que dizer em uma hora dessas que possa confortá-lo. Peço que assista ao filme, pois é uma história muito bonita. Lembre-se sempre de quantos amigos você tem, quantas pessoas que o admiram e o amam.

Uma última dica: converse com Deus e peça a ele para não nos deixar até visitar todos os seus primos. Com certeza, você terá muuuuuitos anos pela frente!
EM TEMPO: Infelizmente, o Lécio nos deixou no dia 20/04/2013. Ficamos todos muito tristes. Que descanse em paz, amigão...

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista com especialização em Comunicação Social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).