Windows 8: Questão de adaptação

 Encare o novo sistema operacional sem medo! 
A pergunta mais clichê quando é lançado um novo sistema operacional da Microsoft é se vale a pena instalar. A resposta é básica: claro! Principalmente se sua máquina for nova. Se for antiga, é fato que o usuário curioso vai instalar do mesmo jeito, mesmo que não seja recomendado. Então, vamos fugir da mesmice ao iniciar um texto sobre esse assunto e partir diretamente ao que importa.

Passada a euforia do lançamento, da chuva de tutoriais na internet em sites especializados, o importante é saber de quem instalou se enfrentou algum problema que possa ser resolvido facilmente ou se há alguma dificuldade. Não, não enfrentei problemas e sim, há várias dificuldades para aprender a usar direito que são eliminadas facilmente no dia a dia.

O Windows 8 foi pensado, à primeira vista, para equipamentos sensíveis ao toque. Mas depois que se passa a usar em um computador tradicional, percebe-se que os dois lados são beneficiados. A Microsoft seguiu uma tendência desenterrada pela rival Apple, que é acessar seu aparelho deslizando os dedos, sucesso em telefones inteligentes (chamados de smartphones) e pranchetas eletrônicas (tablets). É por isso que a principal novidade em seu novo sistema operacional são justamente os blocos da tela inicial e sua loja de aplicativos, com barra de rolagem horizontal.

Aliás, a tela inicial nada mais é do que a modernização do "Iniciar" tradicional, que ficava no canto esquerdo de sua barra de tarefas, aquele balãozinho com o símbolo da Microsoft. A mudança não agradou muito. Mas qual é a mudança que agrada a todos? O segredo é simples e não morde: adaptação.

 Tela inicial do W8 reúne ícones e aplicativos em blocos 
Antes de reclamar que estava acostumado com a outra forma de usar o computador, abra sua mente para o novo. Procure se adaptar, como faria ao sair de um carro normal e passar a dirigir um Porsche. Se não está preparado para isso, fique com seu sistema atual.

CONTA
A primeira surpresa do W8 é sugerir a você que crie uma conta. Isso será usado para conectá-lo em todos os produtos, inclusive a versão 2013 do Office, que reúne Word, Excel e Powerpoint, com a possibilidade de usar recursos das nuvens - gravar arquivos em servidores na internet para que possam ser acessados de qualquer lugar ou dispositivo.

Você cria uma conta logo na instalação - ou pode usar uma que já tenha na Microsoft, como aquela do quase falecido MSN Messenger. Aliás, esta é uma das coisas bacanas do novo sistema, pois pode criar contas e alterá-las sem mexer nas configurações do seu computador, como os arquivos gravados no desktop.

E é por essa conta que você sincroniza o Windows 8 em qualquer máquina que tiver o sistema, com acesso à internet, é claro. Isso inclui tablets e smartphones. Veja mais aqui.

 Configurações da sua conta 
Você também pode usar o MSN e até o Facebook no próprio Windows 8. Mas a configuração é muito chata e o resultado não compensa. Experimente para tirar as suas dúvidas. Eu usei e desativei.

O uso de senha também é opcional. Você pode criar ao instalar e depois deixar sem, fazendo com que o sistema inicie sem pedir a palavra-chave. Ou então usar imagens para fazer isso em "Opções de entrada", nas configurações.

LIGAR E DESLIGAR
A inicialização e o desligamento do sistema são um show. Ao contrário das versões anteriores, o W8 inicia muito rápido e desliga num clique. Isso mesmo. Mandou desligar, ele encerra tudo praticamente no mesmo instante. Mas o computador demora um pouco para desligar sozinho. Talvez seja uma forma de aparentemente ‘desligar rápido’. Ou seja: o sistema some da tela, mas a máquina continua ligada por um tempo até encerrar tudo.

Voltando ao "Iniciar". Vai ser a principal coisa que sentirá falta. O bacana é que o usuário passará a ter duas telas: a inicial, com os blocos, e a tradicional. Essa tela inicial passará a ter os ícones dos programas instalados no computador, assim como aplicativos - você pode clicar com o botão esquerdo, segurar e arrastar para a posição que quiser na tela.

Nesta área, você encontra diversos aplicativos (programas) para serem instalados no seu computador. Basta clicar no bloco "Loja". O chato das telas de aplicativos nativos é que não há um xis para fechá-las. Isso acontece com as áreas de som e vídeo, por exemplo.

 Loja de aplicativos, onde é possível encontrar vários programas e jogos 
Assim, ou você usa a combinação de teclas Alt+F4 para encerrar - isso funciona com qualquer programa - ou clica na imagem do Windows em seu teclado (Windows Key), volta à tela inicial e posiciona o cursor no canto superior esquerdo da tela. Quando aparecer uma miniatura da tela aberta, clique nela com o botão direito e escolha "Fechar".

Esta tecla, a Windows key, serve também para alternar entre as duas interfaces - com blocos e tradicional. Se precisar de um programa, clique na tecla. Na página inicial, clique no ícone que ele abrirá o navegador, por exemplo, na tela tradicional. Achou complicado? Questão de costume...

CHARM
Outra novidade no W8 é a barra que aparece na lateral direita, a Charm Bar. Basta posicionar o cursor no canto direito da barra de tarefas, abaixo do relógio, sem clicar em nada. Ela aparece com atalhos para pesquisar, compartilhar, ir para o menu iniciar, encontrar dispositivos e o principal: configurações. É nesta parte que você encontra o painel de controle e até personaliza seu computador.

 Tela tradicional com o efeito Charm Bar 
Uma dica: no painel de controle, clique com o botão direito em qualquer ícone de serviço. Escolha "Fixar na tela inicial" para criar um atalho entre os blocos. Assim, não terá que ficar procurando onde estão. Faça isso com qualquer programa ou aplicativo.

NAVEGADOR
Navegador mais usado do Planeta, o Internet Explorer vem instalado com a versão 10. Foi melhorado e, segundo a Microsoft, está mais rápido, seguro e melhor que a concorrência. Até então era uma exclusividade do W8, mas foi liberado recentemente para ser usado no Windows 7.

O IE10 nativo tem uma interface moderna, com a barra de navegação na parte de baixo da tela. Em minha opinião, ficou melhor, mas ainda está longe de rivais como Chrome ou Firefox.

 Versão 10 do IE nativa do novo sistema, com barra de navegação embaixo 
Se não conseguir se acostumar com o novo IE10, use a forma tradicional. Basta clicar com o botão direito no bloco do IE da tela inicial. Ao aparecer uma barra de tarefas na parte de baixo da tela, escolha "Desfixar da tela inicial" - use este recurso toda vez que quiser remover um bloco. Depois, clique com o botão direito em qualquer área e vá em "Todos os aplicativos" na barra que surgir. Nesta área, ficam todos os aplicativos que você instalou. Procure o ícone do IE, clique nele com o botão direito e escolha "Fixar na tela inicial".

ANTIVÍRUS
Ao instalar o W8 em um computador com processador I5, placa de vídeo de 1Gb e 4Gb de memória, não encontrei dificuldades. Ao contrário do Windows Vista em comparação ao XP, quando a Microsoft também inovou no sistema, não há praticamente problemas com compatibilidade de drivers - programas usados para fazer equipamentos externos, como impressoras e monitores, se comunicarem com o sistema operacional.

 Antivírus nativo no IE8, o Windows Defender é muito bom 
Em resumo, o Windows 8 é rápido, estável e vale quanto pesa. E um detalhe interessante: você não precisa instalar um antivírus porque o sistema já traz um: é o Windows Defender, que incorporou o Microsoft Security Essentials. Funciona muito bem, mas é desativado automaticamente se você preferir instalar outro da sua confiança.

Eu uso e recomendo. Aliás, como diz o velho ditado, o melhor antivírus é o próprio usuário...

APRENDA MAIS
Após instalar o W8, dedique-se a descobrir detalhes do sistema antes de começar a reclamar e dizer que está uma droga e outras coisas tradicionais de quem tem medo do novo - ou preguiça mesmo de aprender. A própria Microsoft criou um site com detalhes para ajudá-lo: http://windows.microsoft.com/pt-br/windows/how-to. E seja feliz.

SERVIÇO
A atualização para o Windows 8 Pro, a versão completa, chegou a ser vendida no Brasil a R$ 69. Agora, varia entre R$ 359 (básica) e R$ 610 (completa). Veja detalhes aqui.

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista com especialização em Comunicação Social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).