Os clichês dos filmes americanos


Todo cinéfilo já deve ter percebido que os roteiristas de Hollywood adoram clichês. A impressão é que seguem uma receita em praticamente todo filme, com situações e frases batidas.

A repetição é tão grande que é possível fazer uma lista dos tipos de cenas mais usadas. Quando você começa a assistir e vê os atores fazendo a mesma coisa, já sabe o que vai acontecer.

Por exemplo: imagine uma cena de terror. Na vida real, quando ouve um barulho, fica geralmente dentro de casa, observando pela janela e chama a polícia. No cinema americano, a pessoa sempre sai de casa no meio da noite para ver o que está acontecendo e leva um taco de beisebol como arma.

Agora, o mais batido de todos: nos romances, o casal se apaixona, vai a lugares que um deles acha relaxante quando está sozinho, conhece a família um do outro. Então, algo bem bobo, que poderia ter sido evitado, acontece e se separam. Depois, alguém próximo a eles fala de coisas belas, da vida em comum, dos erros... E eles voltam para que o filme tenha um final clichê.

Depois de assistir tantos filmes, é possível separar as situações mais repetidas em uma lista. Com certeza, você deve ter reparado em várias delas ou passará a fazer isso nos próximos longas.

CENAS BATIDAS

- Em filmes de ação, o protagonista sempre é um ex-fuzileiro, ex-agente da Cia, um condecorado que largou tudo e foi trabalhar em algo simples. É claro que sempre ajuda alguém que está prestes a apanhar e depois descobrem que ele é um supermegablastertudodebom no que fazia...

- Há ainda os bambambãs que estão aposentados ou "não fazem mais isso", que sempre recusam uma missão quando são chamados. Acontece alguma coisa e então decidem ir para o pau;

- Se o bandido matou alguém que o protagonista gosta, é a deixa para ele fazer uma carnificina, matando até a sombra dos capangas;

- Em filmes românticos, o cara sempre tenta contar alguma coisa para a mocinha e não consegue. Simplesmente não consegue. Depois, isso vai se tornar o motivo da separação do casal pouco antes do fim para que o romance fique mais forte;

- Os protagonistas que sempre afirmam não querer se apaixonar, viram um casal. Se há ódio entre os dois, então, logo vira amor;

- Em filmes de terror, raramente quem vê fantasmas conta para o marido ou a esposa. E, claro, se conta, a pessoa nunca acredita e diz que o outro está estressado ou vendo coisas;

- O filho/filha sempre é mimado, se intromete na briga dos pais e se for contrariado diz que odeia o pai/mãe e sai correndo;

- Toda vez que um personagem está nervoso, destrói suas coisas em uma crise de nervoso;

- Marido e mulher sempre escondem informações um do outro. Mais o homem. E a desculpa é que não queria preocupar a pessoa;

- O marido sempre vende bens do casal ou faz empréstimos sem que a esposa saiba para não preocupá-la;

- Adolescentes sempre são mal-educados com os pais e nunca fazem o que pedem. Depois, acontece alguma coisa que fazem amá-los no final;

- A esposa nunca acredita no marido. Na primeira oportunidade, pega os filhos e vai embora. Depois, ele prova que estava certo e a família fica mais unida do que nunca;

- Casais separados sempre se envolvem em aventuras ou dramas que fazem com que reatem;

- Fantasmas e demônios têm poderes gigantescos. Matam, provocam acidentes, jogam as pessoas na parede, etc. Mas nunca há alguém do bem com os mesmos "poderes", afinal, tudo na vida é feito de opostos;

- Alguém sempre se desespera em uma situação de crise e faz uma besteira;

- Em filmes de matança, jovens sempre se reúnem em locais distantes, geralmente em cabanas, para que sejam mortos um por um;

- Dois membros do grupo envolvido em problemas sempre se desentendem;

- Nos filmes com adolescentes, a menina certinha sempre se apaixona pelo cara ruim da escola para dar um contraste à história. Já a menina mais linda e popular acaba ficando com o nerd bonitinho que é gamado nela;

- As pessoas sempre usam calçados em cima do sofá ou da cama.

FRASES MAIS COMUNS

- "Não é justo!"
- "Eu te odeio!"
- "Ele vai ficar bem"
- "Vamos para casa"
- "Você está bem?"

E você, cinéfilo, lembra de alguma frase batida do cinema? Compartilhe com a gente deixando um comentário!

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista há 30 anos, com especialização em comunicação social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).
Saiba mais sobre o autor.