Dez videoclipes nacionais inesquecíveis

Os músicos brasileiros estão longe de produzir videoclipes cheios de efeitos especiais como os norte-americanos, o que não significa falta de criatividade. Muitas bandas e cantores nunca se preocuparam com isso ou não quiseram investir, o que é muito triste para os fãs.

Um bom exemplo disso é o Legião Urbana. Imagine se tivesse feito um belo videoclipe de "Faroeste Caboclo". Já "Eduardo e Mônica" virou longa só depois de anos após a morte de Renato Russo e o fim de uma das maiores bandas do País.

Abaixo, separei dez clipes nacionais inesquecíveis, baseado em dois critérios: a qualidade da música e a criatividade do filme.

É claro que você pode discordar, afinal, essa avaliação é muito subjetiva, depende de uma série de fatores, como idade e experiências. Mas duvido que possa discordar de todos os escolhidos.

Na opinião deste humilde blogueiro da segunda idade, o grupo carioca O Rappa é o melhor na hora de transformar suas músicas em filme. Por isso, os três primeiros lugares são da equipe liderada pelo vocalista Falcão. Suas letras são fortes e os clipes retratam muito bem a realidade do povo brasileiro.

 O que sobrou do céu (O Rappa) 


 Minha Alma (O Rappa) 


 O Salto (O Rappa) 


 João (Alma D'Jem) 


 Pelados em Santos (Mamonas Assassinas) 


 Segredos (Frejat) 


 Pirueta (Chico Buarque e Os Trapalhões) 


 Memórias (Pitty) 


 Diário de um Detento (Racionais MCs) 


 Eduardo e Mônica (Legião Urbana) 

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista com especialização em Comunicação Social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).