ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

A morte de Maysa

Infelizmente, não assisti à minissérie da TV Globo que contou a história da cantora Maysa, interpretada pela atriz Larissa Maciel, e que foi dirigida por Jayme Monjardim, filho da falecida estrela.

Mas decidi escrever depois de ler um post do meu amigo top comentarista Danilo Galvan, que se emocionou com as frases ditas por ela na ficção, antes de sua morte, em 1977, num acidente com sua Brasília azul na ponte Rio-Niterói.

Também me emocionei, não só com o texto do Danilo, mas com a cena do acidente. Pra variar, obra de arte de um dos maiores diretores deste país, responsável por sucessos como "Roque Santeiro", "Pantanal", "O Clone", "A Casa das Sete Mulheres", "Olga", entre tantos. Ao assistir, tentei imaginar o que passou pela cabeça de Monjardim ao assistir seu trabalho indo ao ar, junto com sua família.

Na ficção, Maysa bate o carro violentamente ao desviar o olhar para mexer em seu toca-fitas. Mas na verdade, suspeita-se que o acidente tenha sido provocado por remédios que ela tomava, misturados com álcool.

Assista, então, à cena, que mostra, inclusive, o diretor criança, ao lado do pai, vendo a mãe cantar:




Agora veja a verdadeira Maysa cantando "Ouça", sucesso de 1958:



COMENTE COM O FACEBOOK



COMENTE COM O DISQUS




COMPARTILHE

Postar um comentário

14 Comentários

  1. A iniciativa da Globo em trazer essas histórias todo inicio de ano é bem interessante, mas eu gostaria que a emissora global fosse mais fiel aos fatos verdadeiros, ois, quem de alguma forma não conheceu a real história, vai acabr ficando com algo algumas vezes irreais, tomando aquilo como a grande verdade.

    ResponderExcluir
  2. Estou encantada com a história de Maysa... SIMPLESMENTE ENCANTADA! Amei o post Zé... P-E-R-F-E-I-T-O!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. ::: Não acredito, um comentário do Clemerson aqui no blog!! Quanta honra, amigão!

    ResponderExcluir
  4. Realmente, Zé, a história dele é linda, se não fosse as tragédias.
    Quanto ao Jaime Monjardim, parabéns a ele, pois não deve ter sido fácil dirigir a minissérie.

    ResponderExcluir
  5. Concordo em número, gênero e grau com o amigo clemerson. O escritor ou a própria Globo, com seus "padrões" tenta mudar esta história, deixando para quem não sabe da verdadeira história. Ontem em um churrasco uma pessoa veio comentar a morte da maysa, e, num surto "global" teimou com a versão, acreditando na da minisérie. É uma mentira que acaba sendo defendiada por muitos, uma pena. Muito bom o resgate que a globo fez, mas... E tbm muito bom o Post do Danilo.

    ResponderExcluir
  6. EStou gostando muito da MAYSA...ontem vi no Serginho o Jayme dizendo que ao termino ele ira procurar ajuda ...nao é pra menos....deve ser uma emoçao forte demais falar da propria mae....mas esta valendo a pena....e muito emocionante a força e determinaçao que ela sempre teve....uma mulher de coragem ....parabens a tds.

    ResponderExcluir
  7. Mesmo com as "fantasias" globais em minisséries, Maysa foi uma bela trama. Fiquei apaixonado por aquela voz maginifica. E aqueles olhos fortes...Ela era linda.
    Agora falta uma obra sobre Elis Regina, que foi tao boa, digo mais, ate melhor, que a musa da fossa.
    Abração, amigao.

    ResponderExcluir
  8. A história de Maysa é muito bonita. Mas a Globo realmente está precisando ser mais fiel...A produção da minisséria tem sido de qualidade, mas peca em alguns detalhes, como a de omitir alguns fatos.

    ResponderExcluir
  9. Gente essa mulher fumava horrores... Minha nossa. Mas a história dela, realmente, é muito bonita.

    Ela tinha a liberdade no sangue, vivia por ela e nada mais.

    ResponderExcluir
  10. Impressionante como a Larissa Maciel virou Maysa. Igualzinha!!
    Beeeeeejo

    ResponderExcluir
  11. Zé, a minissérie tá muito bonita!! Dá pra assistir pelo youtube tbm... essa cena do carro é muito poética!! ADOREI...
    Boa semana!!

    ResponderExcluir
  12. Ela ficou parecendo uma garota mimada na série... não fez jus à ela!

    ResponderExcluir
  13. Olha quem apareceu aqui, a Leninha... Que legal Lene vc visitando o blog do meu amigo José Marcos... Participe tá, Bjão...

    ResponderExcluir
  14. Tragédia.... realmente... perdemos uma grande cantora....

    porém o estilo de vida que ela traçou.... somente a levaria a esse fim.....

    mãe ausente... mulher traidora.... amante vingativa....

    lingua ferina....


    não me assutaria se essa tragédia fosse uma encomenda de alguém profundamente magoado com ela!

    ResponderExcluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)