Dicas para não pagar mico no Whatsapp


A educação nunca foi o forte de uma grande parte do povo brasileiro. E isso se amplifica quando a pessoa tem em mãos uma ferramenta que lhe dá liberdade para agir.

Se a educação fosse prioridade em nosso país, um texto como este seria desnecessário. Mas não é bem assim. E pior: há sempre uma desculpa para que seus "micos" sejam necessários. A mais batida é dizer que "o Whatsapp é meu, e faço o que quero", "o Facebook é meu, e posto o que quiser".

Não é bem assim na vida real e nem na virtual. E por um simples motivo: o mensageiro de celular é considerado uma rede social, ou seja, uma comunicação entre membros da sociedade. Ninguém se comunica sozinho e nem faz o que quer em um mundo civilizado, onde mora ladeado de vizinhos e não pode ficar importunando.

O problema é que usar um celular - ou computador - dá uma sensação de poder. Tudo porque não está perto do receptor. Assim, pode esbravejar, difamar e ainda espalhar fofocas, que hoje recebem o nome moderno de fake news.

Mas não devemos generalizar. Há uma grande parcela da população que simplesmente tem dificuldades em lidar com redes sociais. São empurrados pela onda digital e se sentem obrigados a surfar, mesmo sem conseguir se equilibrar direito na prancha.

Para quem tem esta dificuldade, e é humilde o suficiente para aprender, fiz uma lista com algumas sugestões para não passar vergonha ao usar o Whatsapp. São dicas simples que podem ajudar você a não ser bloqueado ou silenciado por seus amigos.

- NÃO FIQUE MANDANDO "BOM-DIA", "BOA-TARDE" OU "BOA-NOITE" ou aquelas imagens cheias de flores e coisas assim... Para uma grande maioria, isso é chato demais e motivo para silenciar suas mensagens. Acredite: ninguém precisa do seu "bom-dia", a não ser que esteja querendo alguma coisa sua;

- NÃO ESCREVA APENAS COM LETRAS MAIÚSCULAS. Isso é falta de educação nas redes sociais, pois significa que está gritando. Use este recurso apenas em trechos que queira destacar. E não adianta dizer que é seu jeitinho ou precisa fazer assim para ler melhor. Continuará sendo desagradável;

- RESPEITE AS REGRAS DE GRUPOS. Este é um problema sério. A pessoa pede para fazer parte de grupos do Whatsapp, ignora as regras e acha que o espaço é a casa da mãe joana, onde pode ficar enviando seus "bom-dia", porque "isso é educado". Não, não é educado! Depois que é expulso, se faz de vítima e fica criticando os administradores. Isso também acontece sempre nos grupos do Facebook;

- NÃO ENVIE MENSAGENS BOBAS TARDE DA NOITE OU MUITO CEDO. Não é todo mundo que dorme tarde ou acorda muito cedo. Então, respeite a privacidade das pessoas e envie seus vídeos políticos ou imagens de gatinhos fofos em horas adequadas. Acredito que o ideal possa ser depois das 8h e até as 22h;

- NÃO ESPALHE BOATOS OU FOFOCAS (FAKE NEWS). O Brasil já havia erradicado o sarampo, mas voltou a ter casos, graças, principalmente, aos "médicos" de Whatsapp, que enviam mensagens sobre teorias da conspiração e uma boa parte da população acredita. Se você é um daqueles que não crê em vacina porque "não quer dar dinheiro à indústria farmacêutica", prepare-se, então, para ajudar a crescer a indústria de sepultamentos. Desconfie de tudo que receber pelo Whatsapp. Não sirva de massa de manobra;

- WHATSAPP NÃO É SITE DE NOTÍCIAS. Não tente ficar informado com o que recebe pelo mensageiro, a não ser que participe de grupos de empresas jornalísticas de credibilidade. Se não acredita na imprensa tradicional, por que valorizar sites desconhecidos, muitos deles criados apenas para espalhar mentiras e ganhar dinheiro com acessos ou destacar a visão de partidos políticos? Não é incoerente? Será que você é tão esperto assim como pensa ao fazer isso? Acredite: vai passar vergonha ao tentar dar uma de "esperto" em uma roda de amigos que tenham o mínimo de conhecimento, ou ao continuar a espalhar essas mentiras;

- NÃO ESPALHE IMAGENS FORTES. Quando receber um corpo ensanguentado, vítima de uma batida entre veículos, por exemplo, visualize apenas se for um daqueles que tem curiosidade mórbida, mas apague. Pense que aquela pessoa exposta ali poderia ser seu pai, sua mãe ou um parente próximo. Ninguém quer isso para sua família. Então, por que fazer isso com a família dos outros? E repassar aos amigos de sua lista é uma total falta de sensibilidade e educação. Se adorar este tipo de coisa, crie grupos é convide outros problemáticos como você;

- A VALORIZAÇÃO DO FAMOSO "QUEM?". Isso é uma das piores coisas espalhadas pelo Whatsapp. As pessoas adoram valorizar opiniões de desconhecidos que "respondem" a famosos ou políticos. A pessoa faz uma gravação com o celular vomitando uma série de besteiras e conta com quem compartilha como "resposta" a isso ou aquilo.

Aí alguém me pergunta: e a democracia, a liberdade de dizer o que se pensa? A resposta é simples: as redes sociais deram espaço aos idiotas e facilitaram muito o trabalho de achar semelhantes...

LEIA TAMBÉM: - Dicas de etiqueta no Facebook

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista há 30 anos, com especialização em comunicação social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).
Saiba mais sobre o autor.


RECEBA ATUALIZAÇÕES DO BLOG PELO FACEBOOK:





DEIXE SEU COMENTÁRIO: