A mulher deve dar o primeiro passo?

Sempre fui um homem muito tímido com relação às mulheres. Demorava para cair a ficha quando tinha alguma paquera...

Lembro-me que uma vez encarei a minha amada amante bem de pertinho - a gente estudava juntos no JBC, uma escola de Andradina-SP - e, achando que arrasaria, perguntei a ela:

- O que você faria se lhe roubasse um beijo agora?

Muito tranquila, ela respondeu:

- Nada.

E ficou parada, como se esperando... E o oreiúdo aqui ficou mais vermelho que a capa do Super-homem e saiu de fininho... É, não beijei, perdi o rebolado.

Há pouco, vi uma reportagem do Videoshow, da TV Globo, mostrando uma personagem da novela Malhação que batalha pelo que quer. Dá o primeiro, o segundo e o terceiro passos mesmo!

Concordo com ela. Acho que a mulher deve batalhar mesmo pelo seu objetivo. Alguns homens argumentam que ficam sem jeito, que isso não é legal porque deve haver um clima antes, a iniciativa deve ser dele. Na verdade, é papo machista, coisa criada pela sociedade para manter sempre o homem como predador e a mulher como a presa.

E esse pensamento ainda persiste. A própria Luci Neide, minha esposa, disse-me que a mulher não pode ser atirada. Rebati que ela pensava assim porque era da Velha Guarda... Rapaz, ainda bem que sou rápido para fugir dela não brigar com ela... rs rs

Em minha opinião, a mulher deve batalhar sim e ser atirada quando quiser. Tem muito homem que, como eu, demooooora para se tocar...

Então, tem que dar um safanão no sujeito!! rs rs É claro, tudo dentro de um clima, de um jeitinho que só as mulheres conseguem fazer. Por isso, sou fã delas... rs rs

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista há 30 anos, com especialização em comunicação social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).
Saiba mais sobre o autor.