Viva La Vida, a "Canção do Ano"

Já publiquei este vídeo aqui no blog como dica de boa música. Agora, posto outra vez por um motivo que me deixou muito feliz: Viva La Vida, de Coldplay, ganhou no domingo (8) o Grammy de "Canção do Ano".

Uma das melhores músicas dos últimos tempos, em minha humilde opinião. É uma balada pop rock misturada com música instrumental, com toques marcantes de violinos. O clipe é muito bonito também, principalmente o final, com os integrantes do grupo "dissolvendo".

Você vai ouvindo a música, fecha os olhos e parece que viaja para algum lugar... O trecho final, com aquele ohohohoh, é o mais marcante!



Confira a tradução da letra:

Viva a Vida

Eu dominava o mundo
Os oceanos se abriam quando eu ordenava
Agora pela manhã durmo sozinho
Varro as ruas que já foram minhas

Eu jogava os dados
Sentia o medo nos olhos dos meus inimigos
Ouvia enquanto o povo exclamava:
"Agora o velho rei está morto! Vida longa ao rei!"
Num minuto eu segurava a chave
No outro as paredes se fechavam em mim
E eu então descobri, que meus castelos se apóiam
Sobre pilares de sal e pilares de areia

Eu escuto os sinos de Jerusalém tocando
Os corais da cavalaria romana estão cantando
Seja meu espelho, minha espada e escudo
Meus missionários em um campo desconhecido
Por algum motivo eu não sei explicar
Desde que você se foi, nunca mais houve
Nunca, uma palavra honesta
E foi quando eu dominava o mundo.

Foi um vento estranho e forte (que)
Derrubou as portas para me deixar entrar
Janelas estilhaçadas e o som de tambores
As pessoas não acreditavam no que eu havia me tornado
Os Revolucionários esperam
Pela minha cabeça numa bandeja de prata
Apenas um fantoche numa corda solitária
Oh! Quem desejaria tornar-se um rei?

Eu escuto os sinos de Jerusalém tocando
Os corais da cavalaria romana estão cantando
Seja meu espelho, minha espada e escudo
Meus missionários em um campo desconhecido
Por algum motivo eu não sei explicar
Eu sei que São Pedro não chamará meu nome
Nunca uma palavra honesta
E isso foi quando eu dominava o mundo

Escute os sinos de Jerusalém tocando
Os corais da cavalaria romana estão cantando
Seja meu espelho, minha espada e escudo
Meus missionários em um campo desconhecido
Por algum motivo que não sei explicar
Eu sei que São Pedro não chamará meu nome
Nunca uma palavra honesta
Foi quando eu dominava o mundo.

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista com especialização em Comunicação Social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).