ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Um ano sem o Alex

Hoje (15) faz um ano que o Alex Cardoso nos deixou.

Faz um ano que recebi uma ligação informando que o ex-estagiário da Folha, ex-estagiário do Unitoledo, estudante de Jornalismo que seria meu aluno neste ano tinha partido e deixado um monte de amigos e fãs.

Uma parada cardiorrespiratória aos 19 anos... Um futuro enorme e promissor pela frente. Ninguém acredita até hoje....

Neste ano, ao dar aula de HTML para meus alunos, lembrei-me que seria a parte mais esperada por ele, porque adorava internet e seus códigos. Com certeza, me ajudaria muito nas explicações.

Além de aluno de Jornalismo, o Alex era blogueiro. E seu blog continua no ar até hoje, como um santuário virtual que volta-e-meia recebe mensagens de amigos saudosos.

Em seu último post, chamado "Esperança", ele finaliza seu texto assim:

"Enquanto houver gente sã, haverá esperança. Enquanto houver gente feliz, haverá esperança. Enquanto houver gente amando, haverá esperança. Enquanto houver gente sorrindo, haverá esperança."

Lá no blog, que já teve 2.658 acessos, existem 58 mensagens, como se fossem velas em sua homenagem. Se você era amigo dele também, dá uma passada lá. Pessoas como o Alex, a gente não pode esquecer.


COMENTE COM O FACEBOOK



COMENTE COM O DISQUS




COMPARTILHE

Postar um comentário

8 Comentários

  1. "É tão estranho, os bons morrem jovens..." Legião Urbana

    ResponderExcluir
  2. Não para acreditar mesmo Zé.. até hoje ainda fico perguntando como isso aconteceu!
    Mas os planos de Deus são diferentes dos nossos né?!
    Que ele esteja lá em cima com os anjos olhando por nós...

    ResponderExcluir
  3. Oi Zé!
    Pois é, estou me lembrando desse dia há um tempo. Hoje levantei e fui ao cemitério. Pelo menos, apesar de tudo, é bom ir até lá e saber que conseguimos todos juntos ajudar o Alex a ter um cantinho digno pra receber flores e homenagens.
    Ano passado, nessa mesma data, postei uma carta pra ele no meu blog, vou fazer a mesma coisa hoje, mais tarde. Passa lá pra ver depois.

    Muitas saudades esse menino deixou, né? Dói no coração até hoje.

    E muitas saudades de vc tbm, viu? To pra te madar um e-mail há tempos, mas sempre deixo pra depois... vc ainda é meu professor predileto ;) sinto muito a sua falta!
    O blog está indo cada vez melhor, parabéns, meu amigo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Nossa Zé, tenho muitas saudades do Alex,várias vezes dei carona à ele até a Sucursal da Folha em Birigui, o Alex agradecia muitas vezes, era muito educado e gentil, um excelente amigo. Com certeza deixou muitos amigos.

    ResponderExcluir
  5. Grande homenagem esta ao nosso melhor acadêmico de jornalismo! Saudades de ti, moleque!

    ResponderExcluir
  6. Dia 15 de novembro de 2007, data que ficou marcada com o toque do telefonem achei que fosse brincadeira, mas para minha decepção não era, era sim uma noticia veridica, implorei, varias vezes para que a moça me conta-se a verdade, mas como exigir uma verdade que eu queria ouvir se o que ela me transmitia era verdadeira. Entrei em contato com Otávio, ele por sua vez também não acreditou, não sei se foi sorte minha naquela tarde quase todos colegas de sala estavam on-line, consegui avisá-los, porém sempre vinha a mesma frase. QUE BRINCADEIRA DE MAL GOSTO É ESTÁ! Gostaria que fosse mesmo uma brincadeira besta, mas tudo ia alpem do que gostariamos que fosse. Nos reunimos na sexta-feira para dar o ultimo adeus, as ultimas palavras dele nunca esquecerei, e hoje quando estou triste lembro delas com maior carinho e começo a sorrir como ele mesmo falava Si, mesmo que tenha motivos para chorar , sorria. a vida é linda.
    Sei que você amigo está com Deus e lá de cima cuidando de todos que aqui deixou, um dia vamos nos reencontrar....

    ResponderExcluir
  7. Caramba! Já fez um ano? Parece que foi ontem que passamos o dia no velório nos perguntando como e porque. Mas o Cara lá de cima faz as coisas de um modo sábio e misterioso; nós, apenas mortais cheios de pecados e um longo caminho para a evolução, temos que (tentar) aceitar. Saudades dele cantando a música "Natalí" quando me via.

    ResponderExcluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)