A história de Dick e Rick Hoyt


Circula pela internet há algum tempo a história de Dick Hoyt e seu filho mais velho, Rick, um exemplo de superação, de amor de pai. E não é para menos.

Rick nasceu sem poder falar ou controlar os movimentos. Mas os pais decidiram, em vez de interná-lo, levá-lo para casa e tratá-lo como uma criança normal, na medida do possível.

Graças a um programa de computador, Rick conversa com as pessoas. E foi sua a ideia de começar a correr com o pai, ele em sua cadeira de rodas, para ajudar um amigo da escola que havia ficado paralítico.

Com o tempo, Dick e Rick decidiram participar da Ironman Triathlon, uma competição em que o atleta precisa saber nadar, pedalar e correr muito... E conseguiram.

Conhecia um clipe da história deles feito justamente por causa da participação na Ironman. Transformou-se em um viral. Mas procurei muito tempo pela história completa e não encontrava.

Neste domingo (3), ao ler um e-mail enviado por minha amiga Gi Ábrego, com mais um vídeo produzido com música em espanhol e com as aventuras de pai e filho americanos, que decidi voltar a procurar na internet. Descobri, então, que o Fantástico, da TV Globo, produziu uma reportagem especial com eles em julho do ano passado.


O repórter Tadeu Schmidt viajou aos Estados Unidos para contar esta história, que compartilho com você aqui no blog. São dez minutos de reportagem que emocionam - clique na imagem acima; você será direcionado para uma nova janela; espere carregar e clique no player quando ficar verde.

Rick Hoyt conseguiu se formar na faculdade. Ele sempre diz ao pai, pelo computador, que quando correm esquece sua deficiência. Eles formam o Team Hoyt (Equipe Hoyt)

CLIPE
Assista também ao famoso clipe feito para pai e filho com a música "I Can Only Imagine" ("Eu só posso imaginar", em português), da banda de rock cristão norte-americana Mercyme.

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista com especialização em Comunicação Social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).