Assombrações: 'Anjo da guarda motoqueiro'

Depoimento de Hellena Mara, de Araçatuba
Estávamos em três carros indo de Araçatuba (SP) para cidade de Avanhandava (SP) para festa de aniversário de 80 anos de minha tia-avó. No meu carro estava também estava um primo "muito esperto" que sugeriu "desviarmos do pedágio para economizar", passando pelo meio do canavial, pois ele sabia de um desvio que um policial havia lhe ensinado quando pegou carona com ele.

Então, todos nós, "muito espertos", fomos seguindo suas orientações. O tempo foi passando, foi escurecendo e, óbvio, nos perdemos!!! Entramos todos em desespero, pois logo iria ficar impossível encontrar a saída daquele labirinto e os caminhões de cana só iriam voltar de manhã. Pra ajudar, os celulares não tinham sinal!!!

Todos paramos no meio daquelas canas altas e de uma nuvem de terra vermelha... Sem sair do carro, cada um tentava adivinhar por onde era a saída, mas como já sabemos, num labirinto, quanto mais você anda sem noção, mais se perde!

No meio daquele tumulto e de tantas conjecturas, tentando me manter calma, comecei rezar e pedir pra Deus que não nos abandonasse à mercê da sorte, pedi que ele mandasse um anjo para nos socorrer!!!

Fiquei pedindo, pedindo, pedindo com toda fé de meu coração...

De repente, ouvimos um barulho... Um rapaz de moto parou do meu lado, mas não consegui ver seu rosto, pois ele não tirou o capacete. Então, ele me perguntou:

- Vocês estão perdidos?

Eu confirmei. Ele respondeu:

- Me sigam que sei o caminho...

Com um certo receio, pois poderia ser um assaltante, um bandido, fui logo atrás dele, mas no escuro e com tanta terra eu me guiava apenas pela luz traseira de sua moto - ia a uns 10 metros de mim. Ele virou em uma rua do canavial, depois outra e outra e os três carros acompanhando...

De repente, comecei a ouvir barulho de carros na rodovia (música para meus ouvidos)... Nem acreditei... Mais alguns metros e eu vi a pista... Que felicidade, que alíviooooo!!!

Mas, para meu espanto, aquele rapaz com sua moto havia simplesmente sumido, evaporado da minha frente, e ninguém mais ouvia o ronco forte da moto!!!

Paramos, descemos dos carros e todos confirmaram que não tinha para onde ele ir, pois aquela parte já era descampada e aberta. Não tinha como ele ter ido para nenhum lugar sem ser visto por nós. Ninguém conseguia acreditar, todos se olhavam sem entender...

Aí ouvi uma voz, que me disse:

- Você não pediu um anjo???

Nooosaaaaa... Me arrepio inteira só de lembrar desse dia, foi muito intenso!!! Fomos e voltamos de Avanhandava com segurança, mas esse episódio sempre é lembrado por nossa família.

Nesse dia, aprendemos duas lições muito valiosas:

1ª) Não tente levar vantagem em nada!!! O barato sempre sai caro!!!

2ª) Você nunca está só, Deus sempre nos protege, nos ampara e envia seus anjos de luz para nos auxiliar; mesmo quando não conseguimos vê-los, eles sempre estão conosco!!!

A série Assombrações, publicada neste blog, reproduz histórias reais inexplicáveis vivenciadas por personagens de Araçatuba (SP) e região.

O blogueiro José Marcos Taveira, ou Zemarcos, é jornalista há 30 anos, com especialização em comunicação social. Mora em Araçatuba, cidade do interior de São Paulo (Brasil).
Saiba mais sobre o autor.